segunda-feira, 2 de março de 2015

O HOMEM COMO PROVEDOR DO LAR

A PROVISÃO CARACTERÍSTICA DE UM LÍDER DO LAR
1ª Timóteo 5.8.
Pr. João Ricardo Ferreira de França*
Introdução:
            Na liderança familiar cristã é necessário compreendermos as características que os homens cristãos devem demonstrar neste mundo, vimos que uma das características é certamente o de ser protetor do seu lar, da sua família.
            Alinhado a esta qualidade o homem cristão deve ser antes de tudo também o provedor do seu lar. Essa característica é uma das quais todos nós temos concordância, todavia, este conceito está dia-a-dia diluindo-se pela perspectiva feminista – as mulheres hoje procuram trabalhar fora para sustentar o lar; e isto, deve-se em grande parte por causa de homens que não assumem a sua responsabilidade de sustentar e prover o lar que Deus lhe deu para chefiar.
            E a grande questão que devemos levantar nesta hora, neste momento é qual o tipo de homem Deus chama para constituir e liderar família? Que tipo de homem a minha filha deve se relacionar? Que tipo de homem o meu filho deve ser?
I – ELE DEVE SER UM HOMEM QUE AME O TRABALHO.
            A verdadeira masculinidade apresentada na Palavra de Deus é que o homem cristão deve ser alguém com disponibilidade para trabalhar. Isso não quer dizer que o homem deve ser viciado no trabalho. Nem que está pronto para casar só quando tiver um emprego que ganhe rios de dinheiro, mas que ele deve ser  alguém com a disposição diligente para o trabalho.
            A nossa sociedade diz que os nossos jovens devem se casar quando adquirirem uma condição social financeira que chegue perto da riqueza. Todavia a Palavra de Deus nos ensina algo interessante sobre isso:
10 e, na verdade, estais praticando isso mesmo para com todos os irmãos em toda a Macedônia. Contudo, vos exortamos, irmãos, a progredirdes cada vez mais
 11 e a diligenciardes por viver tranqüilamente, cuidar do que é vosso e trabalhar com as próprias mãos, como vos ordenamos;
 12 de modo que vos porteis com dignidade para com os de fora e de nada venhais a precisar.
 ( 1ª Tessalonicenses  4:10-12 ARA)
            Notamos que a perspectiva cristã, segundo o apóstolo Paulo é que o homem deve se concentrar no trabalho, e não no acumulo de renda advindo disso! Paulo mostra que os cristãos devem fazer com seus próprios esforços com suas necessidades sejam supridas sem que haja intervenção daqueles que não conhecem a Cristo para socorrê-los.
            Ser provedor não diz respeito a quantidade de dinheiro que se tem na conta bancária, mas diz respeito a suprir as necessidades da família; mesmo, que seja um dinheiro pouco, um salário mínimo, ou mesmo a condição financeira que se adquiri no dia – a riqueza as pressas não faz bem a homem algum já dizia o sábio: “Os bens que facilmente se ganham, esses diminuem, mas o que ajunta à força do trabalho terá aumento. (Provérbis 13:11 ARA)”
II – ELE DEVE UMA ÉTICA PARA O TRABALHO.
            Uma realidade que precisamos trazer para os homens cristãos, é que a Bíblia não apóia os homens preguiçosos! Porque tudo o que fazemos no trabalho o fazemos para o Senhor Jesus Cristo. Paulo nos ensina isso em Colossenses 3.23: “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, (Col 3:23 ARA)”
            A ética cristã do trabalho é que o homem esteja sempre disposto a empregar esforço no seu trabalho para suprir as necessidades de sua casa:
6 Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos e sê sábio.
 7 Não tendo ela chefe, nem oficial, nem comandante,
 8 no estio, prepara o seu pão, na sega, ajunta o seu mantimento.
 9 Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono?
 10 Um pouco para dormir, um pouco para tosquenejar, um pouco para encruzar os braços em repouso,
 11 assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado.
 (Provérbios 6:6-11 ARA)
            Além dos preguiçosos existem os que são sonhadores, ou seja, homens que falam e nunca agem como homens; falam em construir, em ter , em possuir, mas não se mobilizam para realizar,  a  palavra de Deus nos alerta sobre este tipo de homem “Em todo trabalho há proveito; meras palavras, porém, levam à penúria. (Pro 14:23 ARA)”
            A Escritura nos ensina que não devemos oferecer apoio a este tipo de homem, pois, eles  não tem de fato cumprido a liderança e a masculinidade bíblica que a Palavra de Deus nos ensina. Se há homens que por preguiça dependem dos outros para sustentar suas famílias isso é uma perversão da masculinidade bíblica, por isso, devemos ser duros com quer que seja, vejamos mais uma vez o que diz a palavra do Senhor:
6 Nós vos ordenamos, irmãos, em nome do Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo irmão que ande desordenadamente e não segundo a tradição que de nós recebestes;
 7 pois vós mesmos estais cientes do modo por que vos convém imitar-nos, visto que nunca nos portamos desordenadamente entre vós,
 8 nem jamais comemos pão à custa de outrem; pelo contrário, em labor e fadiga, de noite e de dia, trabalhamos, a fim de não sermos pesados a nenhum de vós;
 9 não porque não tivéssemos esse direito, mas por termos em vista oferecer-vos exemplo em nós mesmos, para nos imitardes.
 10 Porque, quando ainda convosco, vos ordenamos isto: se alguém não quer trabalhar, também não coma.
 11 Pois, de fato, estamos informados de que, entre vós, há pessoas que andam desordenadamente, não trabalhando; antes, se intrometem na vida alheia.
 12 A elas, porém, determinamos e exortamos, no Senhor Jesus Cristo, que, trabalhando tranqüilamente, comam o seu próprio pão.
 13 E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.
(2ª Tessalonicenses 3:6-14 ARA)

            Paulo mostra-nos que aqueles que vivem “desordenadamente” (ociosoos) ou aqueles que vivem como preguiçosos (VS.6) que eles devem ser tratados com todo o rigor. Como pais devemos proteger as nossas filhas de homens deste tipo, e como pais, devemos lutar para que os nossos filhos nãos sucumbam a este tipo de comportamento ímpio e blasfemo.
            Paulo neste texto usa como exemplo ele mesmo e os outros apóstolos, pois, quando a igreja se via em dificuldades eles mesmos serviam de exemplos como trabalhadores para não serem pesados à igreja de Deus (VS.8)
            E, por fim, Paulo condena o assistencialismo, tão em voga em nosso país. Ao declarar no verso 10 que caso alguém seja preguiçoso, que não quer trabalhar também não coma!
            Aqui o apóstolo insiste que a igreja não deve tolerar os preguiçosos, os preguiçosos levam os recursos da igreja, da família e da sociedade. Paulo prontamente nos ensina que devemos ser intolerantes com este tipo de pessoa, e assim, nos ensina que o líder cristão no lar é aquele que demonstra a  sua masculinidade pela força do trabalho.



* O autor é Ministro da Palavra pela Igreja Presbiteriana do Brasil. Atualmente é pastor na Primeira Igreja Presbiteriana de Piripiri – Piauí.

3 comentários:

  1. Sou Católico e estou engajado em equipes de acolhimentos de noivos, DEUS me deu a graça de encontrar esse texto, estou o estudando para multiplicar para os casais que acolho! Paz de Cristo!

    ResponderExcluir
  2. Começo meu comentário citando Provérbios 31 a partir do versículo 10 em que aparece o retrato da mulher virtuosa fazendo muito mais do que apenas gerando filhos. O serviço do lar ela deixa a cargo das servas, enquanto negocia uma propriedade e planta uma vinha (agronegócio?). O marido não precisa de despojo (riquezas que eram despojadas dos inimigos de guerra, mostra que o homem ia cuidar da guerra enquanto a mulher provia para a casa e administrava o lar). Ela também fabricava e vendia cintas aos mercadores, além de tecidos de linho fino, tapeçaria, seda e púrpura (suas roupas finas), mostrando se acima de tudo uma pessoa bem industriosa, trazendo de longe o seu pão, sendo uma adjutora idonea perfeita, dentro daquilo para o qual o criador a desenhou. A nossa cultura vai de um extremo ao outro: ou a mulher fica apenas gerando filhos dentro de casa, agarrada na novela, alheia ao que se passa no mundo, ou então ela parte para os valores absurdos do feminismo, que nem de longe liberta essa mulher. A mulher de Deus tem de espelhar se na Sua Palavra e viver todo o potencial para o que foi criada. E se o homem incentivar e trabalhar junto como parceiro amoroso, (como Cristo), eles só tem a ganhar. Finalizo com a transcrição da referencia bíblica;

    Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.
    O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo.
    Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida.
    Busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos.
    Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão.
    Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas.
    Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos.
    Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços.
    Vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite.
    Estende as suas mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca.
    Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado.
    Não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata.
    Faz para si cobertas de tapeçaria; seu vestido é de seda e de púrpura.
    Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra.
    Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores.
    A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro.
    Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua.
    Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça.
    Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva.
    Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!
    Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada.
    Dai-lhe do fruto das suas mãos, e deixe o seu próprio trabalho louvá-la nas portas.
    Provérbios 31:10-31

    ResponderExcluir
  3. A tradução da Escritura é Almeida Corrigida Fiel

    ResponderExcluir